Microagulhamento estimula a produção de colágeno e elastina

O procedimento é indicado para diversos tratamentos de pele.

O procedimento é indicado para diversos tratamentos de pele.

Colágeno e elastina são duas proteínas fundamentais para dar força, vitalidade e elasticidade à nossa pele. O aspecto envelhecido e enrugado que surge com o passar dos anos deve-se principalmente à significativa diminuição da presença dessas substâncias. Mas existem formas de ajudarmos o organismo a manter essa produção em alta, de maneira bastante simples e eficaz.

Nesse sentido, o microagulhamento desponta como uma opção muito interessante, tanto para quem busca um plano de tratamento para o rejuvenescimento, quanto para quem sabe da importância de iniciar o mais cedo possível as medidas de prevenção.

O procedimento é também bastante indicado em diversos casos de regeneração e recuperação da pele, em quadros como: flacidez, cicatrizes (acnes, queimaduras, etc.), estrias e manchas.

Basicamente, o microagulhamento consiste em provocar microperfurações na pele a ser tratada. Essa ação desencadeia mediadores químicos que estimulam as células da derme (fibrobastos) a intensificarem a produção de colágeno e elastina – e é aí que está a eficiência do procedimento.

microagulhamento

Podemos dizer que a ação mecânica das microagulhas faz as células da pele “acordarem”, tirando-as da sua “zona de conforto” e fazendo com que elas trabalhem ativamente para produzir substâncias que irão proporcionar a sua renovação e a regeneração. Trata-se de uma “agressão controlada”, algo que visa estimular o organismo a reagir positivamente.

Conduzido por um especialista, o procedimento é simples, eficaz e seguro, com incômodos mínimos para o paciente. Hoje, o microagulhamento é um dos procedimentos na área da Dermatologia Estética com uma das melhores relações custo X benefício, pois os tratamentos são acessíveis e os resultados bastante rápidos, com pouquíssimas contraindicações.

QUADROS COM POSSÍVEL INDICAÇÃO

  • Rejuvenescimento;
  • Cicatrizes de acne;
  • Cicatrizes de queimaduras;
  • Manchas;
  • Estrias;
  • Flacidez;
  • Rugas;
  • Tratamentos capilares.


SAIBA MAIS SOBRE O PROCEDIMENTO

– EQUIPAMENTO: o procedimento é feito por meio de um equipamento constituído por um conjunto de agulhas esterilizadas, de aço cirúrgico ou de titânio. O comprimento das agulhas do microagulhamento pode variar de 0.1 a 2 milímetros.

– ÁREAS DO CORPO: o microagulamento pode ser aplicado em regiões como: rosto, colo, pescoço, mãos, braços, seios, coxas, abdômen, e, até mesmo, no couro cabeludo, visando ativar a circulação sanguínea na região.

Aqui neste link, temos uma série de perguntas e respostas importantes para quem deseja realizar um tratamento com microagulhamento.

AGENDE AQUI O SEU HORÁRIO